domingo, 8 de junho de 2008

Palavra para a Semana (de Rick Joyner) nº 22


O Exército de Deus se Mobiliza, parte 22

Leonard Jones tem sido o nosso músico-chefe e principal líder de louvor desde o começo de nosso ministério. Algumas vezes ele dá um ensinamento de um ou dois minutos enquanto lidera o louvor que pode ser tão profundo e importante como qualquer sermão. Ele também escreve um blog diário para o nosso site que eu leio todos os dias porque o que ele escreve são coisas profundas ou verdades importantes para o tempo que estamos encarando. Recentemente, ele falou sobre como ele fica agitado quando ele vê músicos usando adoração para treinar, ao invés de usar o treino para adorar. E sei que Leonard vive isso, também. Ele é um músico de classe mundial, e já ouvi alguns que são considerados os melhores dizerem que Leonard é o melhor que eles já escutaram. Ele toca quase qualquer instrumento em que coloca as mãos com excelência. Como que ele chegou lá? Pelos quase vinte anos que temos estado juntos no ministério, tenho observado que ele passa horas por dia treinando para que possa tocar o seu melhor diante do Rei e Seu povo.

Por causa da devoção de Leonard, existe um espírito de excelência em nosso departamento de adoração que tem ajudado a produzir constantemente um bom tanto de líderes de louvor e músicos de nível mundial. Existem muitos outros que podem não ter talento nesse nível, mas fazem mais com o que lhes foi confiado do que muitos que podem ter talento natural muito maior. Estes estão agora plantados em muitos outros ministérios e igrejas, assim como viajando com artistas profissionais de topo. Já tivemos até alguns de nossos músicos e cantores da CSCL (nossa escola) terem ofertas de contratos de produtores de música de topo cujos nomes você provavelmente reconheceria. Leonard tem trabalhado com aqueles que sente que têm chamados e dons nessa área, mas penso que sua principal contribuição a eles tem sido criar uma atmosfera de excelência mundial porque eles tocam diante da audiência mais importante no mundo – Deus.

Leonard se juntou à nossa equipe no MorningStar quando estávamos apenas começando. O Senhor me disse para dar um trabalho a Leonard, mas naquele tempo nós não tínhamos sequer reuniões ou cultos ou qualquer coisa que um músico pudesse fazer, então demos a ele um casebre no bosque e dissemos a ele que apenas adorasse ao Senhor. Eu não disse a ele quando ou por quanto tempo fazê-lo, mas ele fielmente vinha todo dia e ficava por no mínimo oito horas. Quando eu caminhava ao bosque para ocasionalmente visitá-lo, ficava maravilhado com a música saindo daquele casebre. Quando finalmente começamos as nossas reuniões da Escola do Espírito em nossa casa, o sistema de som de Leonard era um alto-falante único Crate de cerca de 18 polegadas quadradas, que nos foi dada, mas o Leonard tocava com ela como Michelangelo pintava.

Quando eu digo que a nossa adoração no início não impressionava muito, não era por causa da musicalidade de Leonard o tanto quanto era devido à pouca quantidade de equipamento que tínhamos e os outros músicos bem amadores que o acompanhavam. Isso não é para menosprezar músicos amadores porque alguns desses músicos muito pouco profissionais tinham corações de acordo com o coração do Senhor de forma que era difícil encontrar, e penso que Ele gostava da adoração deles muito mais do que a adoração de alguns profissionais que na verdade são assalariados prestadores de serviços.

Mesmo assim, após cerca de vinte anos servindo junto a Leonard, nunca o vi abrir mão de sua devoção de tocar diante do Senhor com todo o coração e com grande excelência, praticando todos os dias com diligência para que possa fazê-lo. Mesmo que alguns dos melhores no mundo considerem Leonard um dos melhores, ele está sempre procurando melhorar e se superar, e isso é contagiante. Por esse motivo, o seu treino é muito sério, e isso, também, ele faz diante do Senhor como adoração.

Por favor perdoem minha repetição, mas essa é uma questão crucial nestes tempos. Quando o povo de Deus encarar com seriedade seu treinamento, ele vai impactar o mundo. Não desperdice suas lutas, nem o seu treinamento ou suas oportunidades para treinar, que têm diariamente. Se você estiver dirigindo e for fechado por outro carro, não permita que sua ira cresça, mas que a sua paciência, o fruto do Espírito, cresça. Se você está encarando problemas financeiros, não permita que seus medos cresçam, mas fortaleça-te no Senhor, e que a sua fé cresça. Não tenha medo de olhar para trás para o que fez para achar os erros e chamá-los dessa forma. O Senhor não perdoa e redime desculpas; pelo contrário, Ele perdoa pecados que são confessados. Conte tudo o que o Senhor permite vir a seu caminho todos os dias como uma oportunidade de crescer em suas habilidades como Cristão, que é crescer no fruto e nos dons do Espírito.

Ter grande talento musical é algo a ser muito valorizado, mas não penso que no grande dia do juízo iremos ouvir o Senhor dizer, “Muito bem, servo bom e fiel, você tocou a sua guitarra como Jimi Hendrix!” Seremos recompensados de acordo com como usamos o que nos foi confiado para adorar a Ele e servir aos Seus propósitos. Quando fazemos isso, faremos como diante do Senhor e não apenas diante das pessoas; dessa forma seremos esmerados e nos desenvolveremos porque somente um tolo iria querer tocar um instrumento ou fazer o que foi chamado a fazer relaxadamente diante do Rei.

Lógico que o que estou compartilhando aqui da perspectiva de um músico se aplica a qualquer coisa que fomos chamados a fazer. Tudo o que fazemos deve ser adoração, e devemos fazê-lo de todo o coração, como diante do Senhor. Deve haver um avanço contínuo rumo à excelência, e desenvolver as habilidades que nos foram confiadas, e adquirir qualquer conhecimento e experiência que nos ajude a sermos melhores servos do Senhor. Esse é o alicerce para verdadeira grandeza, que é muito mais do que apenas “quinze minutos de fama”. Não podemos nos contentar com isso; estamos tocando visando uma eternidade de sermos conhecidos como a verdadeira realeza do universo – filhos e filhas do Rei, o Próprio Deus.

[permissão para tradução gentilmente concedida pelo ministério MorningStar, www.morningstarministries.org]

Um comentário:

prluciano disse...

muito obrigado mais uma vez pelo post.