quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Palavra para a Semana (de Rick Joyner) nº 41

Ministérios MorningStar: Palavra para a Semana nº 41 (08 de Outubro de 2007)

Tomando a Terra, Parte XCVIII

por Rick Joyner

Anteriormente nós abordamos algumas coisas que aprendemos de nossa experiência nas operações de socorro do Furacão Katrina. Isso não foi algo que havíamos feito como ministério antes, e nós especificamente nos engajamos a isso porque fomos ditos que aprenderíamos muito disso no que diz respeito a liderança na igreja nos tempos que hão de vir. Como as Escrituras deixam claro, haverão crescentes dificuldades no fim destes tempos, então precisamos aprender como operar neles, ajudando a trazer ordem e paz em meio ao caos. Mesmo agora, muitos problemas têm aumentado além do que o homem possa remediar, e estão aumentando. Isso está apresentando a maior oportunidade para a luz brilhar nas trevas.

Devido ao fato de que o caos vindo sobre o mundo basicamente é o resultado da humanidade tentando governar o mundo sem o seu Criador, a paz e a ordem irão surgir do caos sempre que nos tornamos de volta ao Criador à medida que procuramos viver de acordo com os Seus caminhos. É simples assim. À medida que o mundo continua a se fragmentar, a igreja começará a se agregar em uma unidade que será um forte contraste com o mundo –uma unidade que é baseada em servir ao Senhor e obedecê-Lo.

A boa notícia é que os piores tempos podem ser os melhores tempos. O Senhor é um Deus de ordem, e Ele nunca é o Autor de confusão, mas o Espírito Santo ama lidar com caos. Ele se moveu diante do caos no início e trouxe consigo uma criação linda e harmoniosa. Ele sabe lidar com o caos! Ele pode até mesmo tornar o pior caos em algo muito lindo. Dessa forma, precisamos ver o caos como uma oportunidade para ver Deus fazer algo maravilhoso.

A forma com que estaremos preparados para as piores dificuldades vindo sobre o mundo é aprendendo a lidar com as menores agora. Olhe à sua volta: onde você vê caos e dificuldades? Estão os seus vizinhos com dificuldades? Há crescentes e aparentemente insuperáveis dificuldades se levantando em seu trabalho? Peça ao Senhor para intervir. Peça a Ele lhe ajudar a trazer palavras de encorajamento e paz no lugar de preocupação e conflito. Esse é o nosso chamado – o propósito de estar aqui – de ser uma luz na escuridão.

Dê a Deus o seu caos e observe o Seu trabalho! A liderança futura irá ver o caos e dificuldades como oportunidades do Espírito. Não irão fugir delas – irão correr para elas.

Após as interrogações com a nossa liderança e trabalhadores de socorro na crise do [furacão] Katrina, nós projetamos um plano para o tipo de liderança e outros treinamentos que com o qual precisaremos nos preparar para o próximo desastre. Então nos foi mostrado que o governo dos EUA já tinha chegado à mesma conclusão muitos anos atrás, eles já tinham manuais e pessoas empregadas para treinar para essas mesmas coisas. A FEMA [Federal Emergency Management Agency, Agência Federal de Gestão de Emergência, entidade governamental norte-americana] e o governo federal vêem a igreja como um aliado e querem de fato nos ajudar de qualquer forma que possam nessas situações. Temos aqui uma porta muito aberta.

Existem muitos no governo dos EUA que vêem a igreja como um grandíssimo aliado e grandíssimo bem aos cidadãos do país. Existem também aqueles que gostariam de abolir a igreja de qualquer jeito que o possam. Alguns no governo estão trabalhando para construir um melhor relacionamento com igrejas, e alguns estão buscando qualquer forma que possam perturbá-la. Diferentes governos no mundo tratam a igreja de forma diferente – alguns a vêem como boa e outros como ameaça, ou algo mal que deve ser destruído. Podemos esperar ambas dessas posturas aumentar á medida que os tempos se tornam mais intensos e a igreja aumenta em luz e poder.

A igreja irá crescer e ser vitoriosa em ambas as circunstâncias porquê ela irá se erguer para cumprir seu propósito nesses tempos. Devemos estar prontos para dar assistência ao governo de qualquer maneira que possamos para ajudar o seu povo. Eu também creio que devamos aceitar assistência do governo como vindo do Senhor quando for oferecida, mas não nos tornarmos dependentes dela, pois devemos somente depender do Senhor como nossa fonte.

Nós trouxemos um de seus instrutores para treinamento CISM (Crisis Intervention and Stress Management, Intervenção em Crise e Gestão de Ansiedade) em nossa igreja em Fort Mill [cidade do estado da Carolina do Sul, EUA]. Foi tão bom que quase todos que compareceram disseram que pensaram que todo Cristão, e, sem dúvida, todo pastor, deveria passar por esse treinamento. Os princípios aprendidos do treinamento CISM não eram apenas aplicáveis para um grande desastre como o Katrina, mas para a vida cotidiana.

As pessoas passam por situações diversas na vida, e todo Cristão deve estar equipado para ajudar os seus próximos. Os que passaram por esse treinamento, que somente levou alguns dias, tenderão a ser pró-ativos em quase qualquer situação que antes os teria paralisado. Imediatamente se tornaram luzes em seus bairros sempre que houvesse um acidente de carro, doença grande ou qualquer coisa que colocasse uma família em grande tensão.

Quando começamos a sediar o treinamento IFOC (International Fellowship of Chaplains, Comunhão Internacional de Capelães), todo nosso povo disse novamente a mesma coisa: todo pastor, e provavelmente todo Cristão, deveria passar por esse treinamento. Eu posso imediatamente ver como esse treinamento pode transformar o que era amargura e frustração a muitos pastores em oportunidades sobre as quais que eles na verdade seriam vitoriosos. Quase todos já experimentaram a satisfação e plenitude que vêm de verdadeiramente ajudar alguém. Ajudar alguém em uma verdadeira crise é uma das coisas mais gratificantes que você pode experimentar. Isso é o que atrai as pessoas para trabalhar na polícia, se tornarem bombeiros ou se juntarem à Guarda Costeira. Uma vez experimentado isto, pode se tornar um vício, mas existem coisas piores com as quais podemos nos viciar!

Certamente uma pessoa preparada será muito mais eficaz que uma que não esteja preparada. No futuro, haverão basicamente dois tipos de pastor e líder de igreja – os que têm esse treinamento e os que gostariam de ter tido. Os primeiros serão vitoriosos e produtivos em quase qualquer situação, enquanto que podemos esperar que os últimos estejam se afadigando e entrando em colapso sob o peso dos problemas, tornando-se parte da carência ao invés de alguém que supra carências.

Isto não é uma profecia negativa, mas um princípio bíblico. Os que falham em entender os tempos e se preparar para eles pagarão um alto preço por sua negligência. Novamente, a Bíblia é clara que nos últimos dias destes tempos “virão tempos difíceis” (veja II Timóteo 3:1). Se estivermos preparados para eles, interpretaremos isso como, “Nos últimos dias, virão grandes oportunidades para o evangelho, e seremos nelas vitoriosos!”

Os que são negligentes por crer que o Senhor irá apenas fazer sobre eles um "download" de qualquer conhecimento quando dele precisarem obviamente não conhecem os caminhos do Senhor e serão um crescente fardo nesses tempos. Certamente o Senhor pode assim proceder, e existem horas em que Ele o faz, mas são raras exceções. A única vez que Ele nos diz para não nos prepararmos é para quando formos levados diante de juízes, na perseguição. Como nos é falado em Salmos 32:6:

"Por esse motivo todos os que temem a Deus deverão orar a Ti em um tempo em que Tu podes ser achado; certamente no transbordar de muitas águas estas a ele não chegarão."

Eu creio fortemente em treinamento e preparo, mas o principal preparo de que precisamos é conhecer o Senhor e crescer nEle, em fé. Haverão muitas situações em que treinamento CISM deixará de suprir, de longe, o que for preciso. Precisaremos de milagres de Deus. Muitos dos que são os melhores treinados no natural tendem a se apoiar nisso mais que no Senhor, e os que têm aprendido a se apoiar mais no Senhor tendem a se retrair de preparo no natural. Para os dias que virão, precisamos aumentar em ambos. Deus nos deu mentes e nossa força natural, e Ele espera que os usemos quando podemos. Ele também espera que tenhamos a sabedoria de fazer tudo o que fazemos com Ele, e de ter a nossa fé nEle para que Ele possa cobrir qualquer coisa da qual faltemos, se estivermos habitando nEle.


[permissão para felipeworld@hotmail.com traduzir gentilmente concedida pelo ministério MorningStar]

Um comentário:

Rosângela disse...

Ler este texto profético é muito bom. Creio firmemente que os tempos que virão serão difíceis mesmo. Temos que realmente estar preparados para o que vem e para manifestarmos o caráter de Cristo nas circunstâncias mais adversas. Nós, os amigos de Jesus temos que ter a humildade de buscar treinamento como guerreiros dEle. Com humildade e fé teremos vitória. Rick Joyner tem trazido palavras proféticas para o Corpo de Cristo. Palavras estas que se cumprirão, pois são palavras vindas do Céu com total respaldo bíblico. Os tempos de caos serão preciosos para manifestarmos Jesus Lindo.